Emater debate plano de agricultura de baixo carbono em São Félix

A Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado do Pará (Emater) tem sido parceira em ações de incentivo à adoção de sistemas de produção sustentáveis que busquem a redução de emissões de gases de efeito estufa e elevem simultaneamente a renda dos produtores rurais no estado. Um encontro realizado nesta terça-feira (23), por meio do escritório local de São Félix do Xingu, no sudeste do estado, discutiu o Plano de Mitigação e Adaptação às Mudanças Climáticas para consolidar Agricultura de Baixo Carbono (ABC) no município.

A Emater tem técnicos capacitados em questões de adequação ambiental que trabalham em diversos imóveis rurais, e em São Félix do Xingu atuam destacadamente na implantação da cultura do cacau em sistemas agroflorestais de pasto com baixa produtividade, orientando sobre e metodologias de adequação ambiental para a promoção da produção sustentável.

“As discussões geradas neste encontro sobre o Plano de Mitigação e Adaptação às Mudanças Climáticas são muito importantes para uma produção com sustentabilidade. Além disso, se pretende com ele inserir efetivamente São Félix do Xingu na Política Nacional sobre Mudanças no Clima (PNMC)”, ressalta Mário Gomes da Silva, chefe do escritório local.

O encontro visa contribuir para o cumprimento dos compromissos de redução da emissão dos gases de efeito estufa, assumidos voluntariamente pelo Brasil, nos âmbitos dos acordos climáticos internacionais e que estão previstos na legislação brasileira.

Por Edna Moura

Fonte: Agência Pará 

Comentários

Compartilhe